Campos Monteiro - Domus Mea est Orbis Meus
-20%

16,96€
13,57€

de José Eduardo Firmino Ricardo

ColeçãoColeção Raiz do Tempo
GéneroHistória da Literatura
Ano2012
ISBN978-989-703-041-3
IdiomaPortuguês
Formatobrochura | 232 páginas | 16 x 23 cm
Também disponível em E-Book

Efetuar compra

Persistentemente se esquece o contributo singular de bons autores menores para o legado da literatura enquanto auto-interpretação do Homeme reconfiguração das suas formas históricas de existência, ao mesmo tempo que se desperdiça a sua representatividade no que toca aos sistemas de valores dos estilos epocais e às características temático-formais dos textos que periodologicamente os ilustram. Remetidos, na melhor das hipóteses, para o “purgatório” da memória literária, por vezes alguns desses bons autores menores encontram todavia leitores que, com generosa lucidez, os consideram antes “justos” da escrita literária que mereceram o benefício de se acolherem ao “limbo” e de nele aguardarem o  resgate que os traga, se não à “comunhão dos santos” eleitos para a evidenciação no cânone nacional, ao menos à reinserção e renomeação nos cânones geracional e regional.

A obra agora publicada por José Eduardo Firmino Ricardo sobre Campos Monteiro começa por corresponder a este entendimento da contingência e da mobilidade dos cânones e da sua interferência nos juízos de valor que a crítica e a historiografia literárias vão formulando, para os induzir nas instâncias editoriais e no horizonte de recepção dos leitores comuns; e, consequentemente, cumpre aquele gesto de resgate com sério trabalho de pesquisa, inventário, recolha e revisitação interpretativa da obra versátil do escritor prolífico.

 

-------------------

 

Abílio Adriano de Campos Monteiro (1876-1933) exerceu, imbuído de uma cultivada e singular personalidade axiomática no desarranjado dealbar do século XX, o que hoje comummente se apelida de cidadania ativa. Ocupou, também, um proeminente lugar nas letras portuguesas, manifestando-se através de uma profícua e combativa crónica jornalística, para além de percorrer, com invulgar sucesso, os vários modos literários. A primeira parte da sua produção romanesca exortou os valores adjacentes a um programa neorromântico, através do díptico “Os Dramas de Ontem”, onde se inserem os romances Miss Esfinge e Camilo Alcoforado. Tentou-se depois na construção de um inacabado tríptico  “A Comédia de Hoje” , pujante e criticamente realista, com As duas paixões de Sabino Arruda, onde podemos ver também o insofismável ethos satírico do autor, decorrente, em  grande parte, do seu carismático Saúde e Fraternidade.

 

 

 

José Eduardo Firmino Ricardo

José Eduardo Firmino Ricardo nasceu em Torre de Moncorvo, em 1967. Professor do ensino básico e secundário desde 1995, licenciou-se, em 1996, em Línguas e Literaturas  Modernas, variante de Estudos Portugueses, Ramo Educacional, pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto.
Mestre em Ensino da Língua e Literatura Portuguesas pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Autor de vários artigos de opinião em vários jornais de âmbito nacional e regional. Tem colaborado em diversas obras coletivas e publicações periódicas.
Campos Monteiro - Domus Mea est Orbis Meus-20%

16,96€
13,57€

comprar

Campos Monteiro - Domus Mea est Orbis Meus

de José Eduardo Firmino Ricardo