Joaquim Calhau - Memórias de um Sindicalista - Conversas com Jorge Fragoso
-20%

10,00€
8,00€

de Joaquim Calhau, Jorge Fragoso

ColeçãoColeção Imagens de Hoje
GéneroMemórias
Ano2001
ISBN978-9-72-857519-9
IdiomaPortuguês
Formatobrochura | 200 páginas | 15 x 21 cm

Efetuar compra

O imaginário de infância de Joaquim Calhau está impregnado do cheiro forte de terra húmida da casa onde nasceu, e povoado de medos associados aos ruídos provocados pelo vento assobiando em duas grandes oliveiras que protegiam um lar de desconforto que viria a compartilhar com o pai doente, a mãe e sete irmãos.
A amarga experiência da miséria bebeu-a com o leite materno, dando-lhe uma particular sensibilidade para a condição de vida dos mais desfavorecidos.
Joaquim Calhau assumiu a luta político-sindical em 1970, logo após a sua entrada para o Sindicato dos Bancários do Centro. Para esta nova etapa da sua vida carreou uma vasta e diversificada experiência de luta pela resolução dos problemas dos trabalhadores.
Militante activo da Base-FUT e acérrimo defensor de um sindicalismo não tutelado por partidos, assumiu muitas vezes posições incómodas e polémicas. Perdeu algumas batalhas. Porém, habituado desde tenra idade a construir o seu próprio destino com profundas convicções e vontade férrea, os seus ideais continuaram sempre inabaláveis.

(do prefácio)
Prof. Doutora Margarida Sobral Neto
(Univ. de Coimbra)

Jorge Fragoso

Jorge Fragoso
(Beira, Moçambique, 1956). Licenciado em Filosofia. Editor. Membro da Oficina de Poesia – curso livre da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra – e sub-director da Revista Oficina de Poesia.
Livros publicados: Inima, (poesia), Coimbra, A Mar Arte, 1994;  O Tempo e o Tédio, (prosa-poética), Viseu, Palimage, 1998; A Fome da Pele, (poesia), Viseu, Palimage, 2004; Réplica do Fogo Dentro, (poesia) Coimbra, Palimage, 2012; Rua do Almada (contos), Coimbra, A Mar Arte, 1995 e Dez Horas de Memória (romance), Viseu, Palimage, 1999, traduzido e publicado em Itália, com o título Dieci Ore, Nápoles, NonSoloParole Edizioni, 2006.
Participação poética e ensaística dispersa em revistas e colectâneas em Portugal, Espanha e Brasil.
Réplica do Fogo Dentro-20%

10,60€
8,48€

comprar

Réplica do Fogo Dentro

de Jorge Fragoso

A Fome da Pele-20%

5,30€
4,24€

comprar

A Fome da Pele

de Jorge Fragoso

Joaquim Calhau - Memórias de um Sindicalista - Conversas com Jorge Fragoso-20%

10,00€
8,00€

comprar

Joaquim Calhau - Memórias de um Sindicalista - Conversas...

de Joaquim Calhau, Jorge Fragoso

Dez Horas de Memória-20%

10,60€
8,48€

comprar

Dez Horas de Memória

de Jorge Fragoso

O Tempo e O Tédio-20%

5,30€
4,24€

comprar

O Tempo e O Tédio

de Jorge Fragoso

Terra Habitada-20%

10,00€
8,00€

comprar

Terra Habitada

de Montserrat Villar González

  • Inima, A Mar Arte, 1994 (Poesia)
  • Rua do Almada, A Mar Arte, 1995 (Contos)

Joaquim Calhau

Joaquim Calhau nasceu em Ribeira de Frades, Coimbra, em 1941. Ingressou na Juventude Operária Católica, JOC Júnior, em 1955/61, secção de JOC em Taveiro - Coimbra. Foi: Vogal da Direcção Nacional da JOC, em 1965. Dirigente livre, a tempo inteiro, para a JOC, nos Distritos de: Coimbra, Leiria, Aveiro, Viseu e Guarda. Correspondente, com Curso de Jornalismo, do Jornal Juventude Operária da Zona Centro. Presidente da Direcção Diocesana de Coimbra. Esteve na fundação da Base-Fut, em 1966 e das Edições Base, pós 25 de Abril. Foi Fundador do grupo de Activistas Sindicais Clandestinos, com sede clandestina no pátio São Bernardo em Coimbra. Entrou para a Banca em 9 de Outubro de 1968. Em1970, foi activista e membro organizador da 1ª Lista concorrentes às eleições do Sindicato dos Bancários do Centro, em oposição à Direcção Corporativista da época. Em1974, foi membro avulso da constituição da Intersindical de Coimbra, mais tarde e estatutariamente constituída, União dos Sindicatos de Coimbra, conforme a Lei Sindical publicada após o 25 de Abril de 1974. Foi Fundador e membro da 1ª Comissão de Trabalhadores do BPSM em Coimbra. Em1975, membro de um grupo de independentes que conquistou a Direcção do Sindicato dos Bancários do Centro. Em 1976, foi designado pela Direcção dos Bancários do Centro, onde era Director, para a lista da União dos Sindicatos da Região Centro. Foi Membro dos grupos Sindicais de Coimbra contestatários da Lei da Unicidade Sindical. Em1977, delegado ao Congresso de todos os Sindicatos da Intersindical, cuja sigla foi mudada nesse congresso por CGTP - Intersindical Nacional. Foi eleito nesse congresso para o Secretariado Nacional e reeleito para o Executivo da Central pelo Secretariado Nacional. Como Membro do Executivo da Central foi nomeado responsável por um Departamento que incluía: a) Segurança Social b) Saúde c) Reformados d) Desporto dos Trabalhadores e) Cultura , Teatro, Cinema, etc. Foi membro de várias delegações oficiais Sindicais da CGTP aos Países de Leste, Países Europeus, África. Pela Base-Fut aos Países Europeus e à América Central; Membro das delegações da CGTP e nomeado pelo Estado Português à Assembleia Geral da Organização Internacional do Trabalho (OIT) em Genéve - Suíça, vários anos; Membro da Delegação da CGTP à CEE, em Bruxelas, aquando da adesão de Portugal à Comunidade, para informação sobre os mecanismos e estruturas de funcionamento da CE; Membro da Delegação Oficial da CGTP, ao Executivo da CES, Central Europeia de Sindicatos, aquando da proposta de adesão da CGTP à mesma; Membro do Grupo Dinamizador da Base-Fut, para a Construção do Centro de Formação e Tempos Livres em Coimbra CFTL; Membro fundador do Instituto 1º de Maio da CGTP em Lisboa; Membro da Organização Contra o apartaid em Lisboa; Líder da Bancada Socialista na Assembleia da Junta de Freguesia de Stº António dos Olivais em Coimbra; Membro da organização da Caravana de apoio à Engª Maria de Lurdes Pintasilgo, aquando da sua Candidatura à Presidência da República; 1990 - Regresso ao Banco P. & Sotto Mayor. - Membro da Subcomissão de Trabalhadores em Lisboa. - Delegado Sindical no sector jurídico do Banco, em Coimbra. - Membro da Comissão Sindical. - Membro do Conselho Geral do Sindicato dos Bancários do Centro. - Membro do Secretariado da Secção Distrital dos Bancários do Centro. Actualmente, concluiu o Curso de Formação de Formadores, pelo IETP de Tomar, homologado pelo Ministério da Educação.

Joaquim Calhau - Memórias de um Sindicalista - Conversas com Jorge Fragoso-20%

10,00€
8,00€

comprar

Joaquim Calhau - Memórias de um Sindicalista - Conversas...

de Joaquim Calhau, Jorge Fragoso