O Deserto Malva
-20%

16,00€
12,80€

de Nicole Brossard

ColeçãoColeção Skiagraphia's
GéneroFicção
Ano2015
ISBN978-989-703-128-1
IdiomaPortuguês
Formatobrochura | 228 páginas | 16 x 23 cm

Efetuar compra

 

«Tomei sempre a estrada do deserto porque desde muito jovem queria saber por que razão as pessoas se esquecem de mencionar nos livros o deserto.

[…] Desde muito jovem, aprendi a amar o fogo do céu, o relâmpago torrencial ramificado por cima da cidade como um derramar do pensamento no cérebro. Em noites de trovoada seca, tornava-me em estremecimentos, detonações, descarga total. Depois abandonava--me a todas as iluminações, essas fissuras que como tantas feridas delineavam o meu corpo virtual, ligando-me à imensidão. E assim fundo o corpo como um clarão no compêndio das palavras. Os olhos, a existência, dobram-se diante do que avança em nós, certeza. O deserto bebe tudo. O furor, a solidão.

[…] Terra observada do silêncio, beleza anterior, o deserto é indescritível.»

 

Nicole Brossard, O Deserto Malva

Nicole Brossard

 

Poeta, romancista e ensaísta, Nicole Brossard é uma das vozes mais marcantes da literatura canadiana contemporânea. Nascida em Montreal (Quebeque) em 1943, conta cerca de meia centena de títulos publicados desde 1965: uma obra imensa e surpreendente que, atravessando diferentes géneros e explorando inventivamente as relações do pensamento, da alteridade (ou do feminino) e do desejo com a linguagem, inscreve esta escritora na paisagem da literatura como figura de proa e influência incontornável para gerações de escritores e leitores no Quebeque, no Canadá e no resto do mundo.
Co-fundadora do jornal Les Têtes de pioche (1976-1979) e das influentes revistas literárias La Barre du Jour (1965-1975) e La Nouvelle Barre du Jour (1977-1979), Nicole Brossard co-realizou, em 1976, o documentário Some American Feminists, tendo também criado, em 1982, a editora L’Intégrale. Testemunho do eco de um idioma literário-pensante inaudito, o corpus brossardiano não cessa de suscitar um admirável acolhimento: muitos dos seus livros encontram-se traduzidos em diversas línguas e são hoje múltiplos os estudos consagrados a esta obra de singular amplitude e de reputação internacional. Convidada habitual de várias universidades americanas e europeias, Nicole Brossard continua a marcar presença em vários colóquios e eventos literários internacionais, tendo participado em duas edições dos Encontros Internacionais de Poetas, em Coimbra.
Duas vezes galardoada com o Prémio de Poesia do Governador-Geral do Canadá (1974 e 1984) e com o Grande Prémio de Poesia do Festival Internacional de Trois-Rivières (1989 e 1999), recebeu, em 1991, a maior distinção literária no Quebeque: o Prémio Athanase--David. Nesse mesmo ano, foi também distinguida com o Prémio do Festival Literário de Harbourfront.
É membro da Academia das Letras do Quebeque desde 1994 e da Academia Mundial de Poesia desde 2001. Em 2002, foi laureada com o Prémio da Sociedade Canadiana de Escritores. No ano seguinte, foi-lhe atribuído o Prémio Literário W. O. Mitchell. Em 2006, foi condecorada com o grau de Cavaleira da Ordem da Plêiade pela Organização Internacional da Francofonia e agraciada com o prestigioso Prémio Molson, do Conselho das Artes do Canadá. É Cavaleira da Ordem Nacional do Quebeque desde 2013, ano em que foi distinguida com o Prémio Internacional de Literatura francófona Benjamin Fondane.
Nicole Brossard vive em Montreal.

 

O Deserto Malva-20%

16,00€
12,80€

comprar

O Deserto Malva

de Nicole Brossard