Pela Margem do Mondego: Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca. Olhares da História
-20%

20,00€
16,00€

de Maria Amélia Álvaro de Campos

ColeçãoColeção Raiz do Tempo
GéneroHistória
Ano2015
ISBN978-989-703-136-6
IdiomaPortuguês
Formatobrochura | 208 páginas | 16 x 23 cm

Efetuar compra

 

Este livro é um dos frutos do projecto de investigação sobre a História e o Património de Abrunheira e sua Região, promovido pela Casa da Povo de Abrunheira, entre 2014 e 2015.

 

«Ao ler esta obra percepciona-se com clareza a solidez dos conhecimentos adquiridos pela Autora na sua formação académica e a investigação materializada noutros estudos que já realizou, muito para além do trabalho de recolha bibliográfica e documental que persistentemente levou a efeito para a escrita deste livro. Mas sente-se também um certo enamoramento da Autora pelo espaço que estudou e que se intui quando olha o espelho das águas do rio no alto do monte, quando se encontra com as cicatrizes da passagem humana inscritas na paisagem, ou quando admira o tapete da vegetação que a recobre: verde na Primavera e Verão, transmutada em tons de vermelho e castanho no Outono e escurecida no frio Inverno.

Com esta obra as terras de Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca iluminam-se. As velhas casas, quintas, casais, igrejas ou capelas, ainda que desaparecidos ou em ruínas tomam forma. O rio, as planícies e as elevações enlaçam-se e oferecem-se aos que neles vivem. As mulheres e homens dos seus campos e montes ganham corpo e alma. Porque foi com entrega e saber que Maria Amélia Campos escreveu uma história viva deste espaço, recortada no longo passado do Baixo Mondego, região rica e activa na construção da identidade e memória de Portugal.»

                                                                           Maria Helena da Cruz Coelho

Maria Amélia Álvaro de Campos

 

 

Maria Amélia Álvaro de Campos é natural de Oliveira do Hospital. Licenciou-se em História (2006), com especialização no Ramo de Formação Educacional (2007) e fez pós-gradução em História da Idade Média (2007), na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra. Doutorou-se nessa Universidade (2012), com a tese Santa Justa de Coimbra na Idade Média: o espaço urbano, religioso e socio-económico. Tem vários artigos publicados, em Portugal e no estrangeiro, sobre a cidade medieval de Coimbra, nomeadamente, sobre a sua rede paroquial e o seu clero secular.

Entre os meses de Maio de 2014 e Junho de 2015, levou a cabo o projecto de investigação História e Património de Abrunheira e sua Região, promovido pela Casa do Povo de Abrunheira e financiado com um Estágio Emprego, pelo Instituto de Emprego e Formação Profissional.

Presentemente, desenvolve o projecto de investigação Territórios, sociedades e religiões: redes paroquiais numa cidade medieval europeia. O caso de Coimbra, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, sediado no Centro de História da Sociedade e da Cultura (U. Coimbra), no Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades (U. Évora) e no Centre de Recherche Interdisciplinaire en Histoire, Histoire de l’Art et Musicologie (U. Limoges).

Pela Margem do Mondego: Abrunheira, Verride e Vila Nova da Barca. Olhares da História-20%

20,00€
16,00€

comprar

Pela Margem do Mondego: Abrunheira, Verride e Vila Nova da...

de Maria Amélia Álvaro de Campos