Rigorosamente Proibidos
-20%

12,72€
10,18€

de Maria Elisa Pinheiro

ColeçãoColeção Criança
GéneroPedagogia
Ano2003
ISBN978-9-72-857553-3
IdiomaPortuguês
Formatobrochura | 192 páginas | 13 x 24 cm





LIVRO INDISPONÍVEL...rigorosamente Proibidos! é um livro surpreendente e enternecedor que torna pública uma experiência pedagógica única, não pensada nem planeada, que muito natural e simplesmente foi acontecendo...
É um trabalho de autenticidade indiscutível que "contribui activamente para que se consigam atingir os dois objectivos fundamentais do Ensino Básico:
a) Fazer leitores,
b) Fazer escritores.
Permite muita aprendizagem informal e conhecimento dos pontos fracos das crianças, ajuda-as a ultrapassar a timidez e a vencer distâncias.
Facilita a definição de estratégias para um trabalho de recuperação" e "merece ser editado para ser lido por actuais e futuros professores" - no dizer de especialistas na matéria.

Maria Elisa Pinheiro

Maria Elisa Pinheiro nasceu no Porto.
Fez o Ensino Secundário no Porto e em Lisboa.
Cursou o Magistério Primário em Viseu. Como professora do Ensino Básico leccionou no distrito de Leiria e em Moçambique – Gaza e Maputo.
A partir de 1974 exerceu na Escola de São Miguel – Viseu, tendo colaborado como Orientadora de Estágio com a extinta Escola do Magistério, onde se formou, e com a Escola Superior de Educação, Unidade Orgânica do Instituto Superior Politécnico de Viseu.
Nos anos mais recentes tem-se dedicado com prazer exclusivo à escrita.
Diário dos Pássaros-20%

12,72€
10,18€

comprar

Diário dos Pássaros

de Maria Elisa Pinheiro

Memórias de 'uma' Escola-20%

12,72€
10,18€

comprar

Memórias de 'uma' Escola

de Maria Elisa Pinheiro

Hospital-20%

10,60€
8,48€

comprar

Hospital

de Maria Elisa Pinheiro

Cartas às Minhas Gentes no meu longo tempo-20%

13,78€
11,02€

comprar

Cartas às Minhas Gentes no meu longo tempo

de Maria Elisa Pinheiro

Manta de Retalhos. Percurso de Uma Vida-20%

16,96€
13,57€

comprar

Manta de Retalhos. Percurso de Uma Vida

de Maria Elisa Pinheiro

Quase Filhos-20%

12,72€
10,18€

comprar

Quase Filhos

de Maria Elisa Pinheiro

Rigorosamente Proibidosindisponível

Rigorosamente Proibidos

de Maria Elisa Pinheiro

  • Escritos de Meninos de Viseu (Escola de S. Miguel, 1979/1992).
    Edição do Instituto Superior Politécnico de Viseu, 1999.

Rigorosamente Proibidos - Os "bilhetinhos" de uma cumplicidade única...

de: Helena Ferreira Marques

Só o amor é capaz de unir os seres vivos de modo a completá-los e preenchê-los, porque só o amor os toma e os une no que há de mais profundo neles.
Pierre Theilhard de Chardin

Esta obra, de teor pedagógico, desperta do esquecimento vários pedaços de papel escritos.
Ecoam do fundo de um tempo e relembram as vozes silenciosas entre uma professora e seus alunos através da troca de mensagens de cumplicidade e ternura. Formam a ressonância de várias descobertas que, por se alicerçarem na realização do ser de cada um, levam à construção de vários saberes da vida. Aqui, conseguimos compreender que é o centro do coração que forma o sentido da mente. São Lapa Aguiar anuncia-nos na nota de abertura: “Era uma turma diferente. Os fracos estavam à frente e tinham prioridade”.
Troca de carinhos manifestos num ramo de camélias ou num pedaço de giz que mudam de dono, respostas sempre à espera de cada pergunta em gestação, sugerem a efemeridade de cada instante vivido entre Maria Elisa, a professora e os amigos que conquistou nos seus alunos.
“Já ensinei mais de 900 meninos, brancos, pretos, mistos, indianos e chineses. Só me faltam os peles-vermelhas!”. Uma senhora que foi gerando esperança nos quatro cantos do mundo. Miguel testemunha-a e deixa-nos adivinhar um manancial de potencialidades e de autenticidade que qualquer professor distraído não saberia descortinar:
– “Os outros sabem mais do que eu. Eu sei que sabem. Maria Elisa, porque me ajuda assim tanto?
– Não penses que te estou a ajudar de um modo especial. Apenas estou a tratar-te como gostaria que tratassem um filho meu que estivesse numa situação como a tua. Faço o mesmo a todos os meninos, que muitas vezes não dão por isso (...) E não cries complexos por causa da sabedoria dos outros. (…) Não conhecem as árvores nem os passarinhos que tu identificas só pelo canto; não sabem nada de ovelhas, rebanhos, pastos, tosquias, grilos, escaravelhos…
– Eu vou para o Ciclo. Eu vou continuar a viver”.

Helena Ferreira Marques
(Escola Superior de Educação de Viseu)