­
telefone
239 087 720
Carrinho vazio
Poesia do Mundo - 4
Coleção Palavra Poema
Género Poesia
Ano 2004
ISBN 978-9-72-857564-9
Idioma Português
Formato brochura | 220 páginas | 13 x 24 cm
Preço base com taxas
Preço Venda10,18 €
Descrição
Organização da obra: Maria Irene Ramalho de Sousa Santos

Prefácio
Maria Irene Ramalho de Sousa Santos

Quando o Grupo de Estudos Anglo-Americanos organizou o I Encontro Internacional de Poetas em 1992, o acto de congregar poetas para leituras públicas de poesia era praticamente inexistente em Portugal. A maior parte dos poetas portugueses que nesse ano foram nossos convidados quase nunca, ou mesmo nunca, tinha lido a sua poesia em público. Dez anos mais tarde, descobrimos com prazer que esse acto se transformou numa tradição, em parte por nós inventada.
A tradição dos nossos Encontros implica a publicação de uma antologia bilingue. Este livro é o resultado do IV Encontro, realizado em 2001 e tendo como tema geral "As Tradições da Poesia". Tradições, no plural, como forma de perguntar pela "tradição" que, de um modo ou de outro, fundamentalmente nos informa a todos: a tradição ocidental. Tradições, no plural, como forma de nos interrogarmos sobre o muito que entendemos como pertencendo à nossa cultura, e de que muito nos orgulhamos, e de nos abrirmos ao muito que nos é estranho e nos enriqueceria conhecer melhor. Tradições, no plural, para nos prevenirmos do canibalismo homogeneizador tanto de Paul Valéry como de Oswald de Andrade. Não se trata de engolir o outro e o digerir, mas de nos sentarmos à mesma mesa a trocar iguarias. Foi isso que com deleite apreciámos há três anos, nas várias sessões de leitura de poesia com poetas de todo o mundo. É isso que temos agora o gosto de oferecer, a prolongar a festa bela do supérfluo, que tão essencial nos é enquanto seres humanos.


Preface

Maria Irene Ramalho de Sousa Santos

When the Department of Anglo-American Studies held the First International Meeing of Poets here in Coimbra in 1992, gatherings of poets and public readings of poetry were practically nonexisting in Portugal. The majority of the Portuguese poets that were our guests that year had never read their poetry in public. Almost ten years later, we are delighted to discover that public readings of poetry have now become a tradition. We believe we had something to do with the invention of this tradition.
The tradition of our Meetings implies the publication of a bilingual anthology. This book is the result of the IV Meeting, held in 2001 under the general topic "The Traditions of Poetry". Traditions, in the plural, in order to question the "traditon" that in one way or another somehow underwrites us all: the western tradition. Traditions, in the plural, as a way to wonder about what we understand as part of our culture, of which we are very proud, and as a way to open ourselves up to what is alien to us and would enrich us to know. Traditions, in the plural, to caution us against the homogenizing cannibalism of Paul Valéry and Oswald de Andrade alike. The point is not to swallow and digest the Other, but to sit down together at the same table and exchange delicacies. Three years ago we relished the banquet at the various poetry readings with poets from all over the world. It gives us great pleasure today once again to offer the beautiful festival of the superfluous, which is absolutely essential to us as human beings.
­

Em caso de litígio, o consumidor pode recorrer ao Centro de Arbitragem de Conflitos de Consumo do Distrito de Coimbra, com sítio em www.centrodearbitragemdecoimbra.com e sede em Av. Fernão Magalhães, Nº. 240, 1º, 3000-172 Coimbra
Este site utiliza cookies. Ao navegar neste site está a consentir a sua utilização. Consulte as condições de utilização e a nossa política de privacidade.
copyright 2016-2019 Palimage | Terra Ocre, Lda. | Portugal | Todos os direitos reservados